Divulgação

A Assembleia Legislativa da Bolívia recebeu nesta segunda-feira a carta de renúncia do presidente Evo Morales, informou a vice-presidência do Estado.

“Minha responsabilidade como presidente indígena e de todos os bolivianos é evitar que os golpistas sigam perseguindo… Para evitar todos esses acontecimentos violentos e que volte a paz social, apresento minha renúncia”, afirmou Morales no documento, que foi visto pela Reuters.

Uma senadora de oposição poderia assumir a Presidência da Bolívia após a renúncia de Morales, que abandonou o cargo pressionado pela oposição e pelas Forças Armadas, deixando um vazio institucional nesta segunda-feira no país andino.