Divulgação

Sob a acusação do crime de estelionato, foi preso nesta quinta-feira (5),em Belém, John Wesley do Nascimento Gonçalves. A detenção pela Polícia Civil fez parte do cumprimento de mandados de busca e apreensão e de prisão preventiva referentes a inquéritos policiais instaurados para apurar crimes cometidos por um grupo de golpistas, em Ananindeua, Região Metropolitana de Belém (RMB).

De acordo com a polícia, um grupo de golpistas utilizava instituições financeiras de “fachada” para enganar pessoas em Ananindeua. Segundo Nobre, em busca de empréstimos, as pessoas acabavam entregando entre R$ 4 mil e R$ 8 mil, dinheiro inicialmente pedido por John Wesley, que prometia facilitar os empréstimos, mas desaparecia após por as mãos no dinheiro alheio.

Tempo depois, essas pessoas recebiam uma correspondência de boas-vindas de um consórcio, sem qualquer tipo de conhecimento ou envolvimento com o

consórcio, em questão, o que só ocorria porque o acusado utilizava os dados dos ”clientes”.

A detenção de John Wesley ocorreu próximo do meio-dia, na passagem dos Inocentes II, na rua do Outeiro, no bairro da Campina, no distrito de Icoaraci, em Belém. As investigações começaram cerca de dois meses após instauração de inquérito policial que resultou nas solicitações dos mandados judiciais.

O indiciado já está à disposição do Sistema Penitenciário Paraense. A operação contou com policiais civis da Seccional Urbana de Ananindeua; da Unidade Integrada do bairro do Distrito Industrial e da Seccional Urbana do Paar.