Reprodução

Não foi só o apresentador Augusto Liberato, o Gugu, quem precisou provar que ainda está vivo. O músico Manoel Gomes, autor do hit do momento Caneta Azul, foi alvo de fake news que dizia que o maranhense havia morrido após sofrer um golpe de que teriam vendido sua música por R$ 700 mil. A história sobre a venda da música também não passa de um boato na internet.

Alguns portais do interior do Brasil noticiaram que o cantor morreu, no dia 2 de novembro, devido a um infarto fulminante. A informação foi desmentida pelo jornalista Nonato Nogueira, que é próximo da família de Manoel e é apresentador da TV Record no Maranhão.

O sucesso tem sido tão grande, que Manoel Gomes já gravou comercial para a Universidade Estácio de Sá e Caneta Azul já virou meme nas redes sociais e adesivo para WhatsApp. No próximo domingo (10), o cantor terá sua história contada no programa Hora do Faro, na Record TV.

Boato – O compositor Manoel Gomes, autor do hit Caneta Azul, morreu aos 57 anos de idade. O motivo foi, segundo a família, um infarto fulminante.

Nos últimos dias, o meio artístico brasileiro acabou balançando por um cantor maranhense. Depois que teve um vídeo publicado no YouTube, Manoel Gomes ficou famoso em todo país. O motivo? Uma música cantada à capela chamada Caneta Azul.

Desde que a canção viralizou, Manoel Gomes já viu a sua música ganhar versões de famosos, foi convidado para programas de televisão e já planeja novos passos na carreira. O agora cantor já começou a sentir o gosto amargo da fama: há alguns dias, foi vítima de um boato que apontava que havia vendido sua música por R$ 700 mil. Hoje, uma fake news o “matou”.

Isso mesmo. De acordo com mensagens que viralizaram por aí, o autor de Caneta Azul morreu aos 57 anos de idade. A história surgiu em sites “daqueles” que pedem o compartilhamento para que você veja o conteúdo, mas chegou a ser publicada até em sites de notícias do interior. Leia o texto que circula online:

A história surgiu em um daqueles sites que anunciam notícias bombásticas no Facebook e Instagram só para roubar contas de internet. Funciona assim: a notícia bombástica é publicada e você entra em um site. Na página, você é instado a clicar em outro link para saber mais detalhes. Aí é que rola o golpe: um vírus é instalado no seu computador/celular e você pode ter a conta roubada. Importante: muitas das pessoas que “clicam para ver os detalhes” passam a compartilhar automaticamente o fake.

Para além disso, percebemos que um dos sites de notícias que publicou a informação errada (é, erros acontecem) apagou a notícia que apontava que Manoel Gomes havia morrido. E, ao buscar por outras fontes que falavam da morte do compositor de Caneta Azul, nada encontramos. Estranho, não?

Resumindo: a história que aponta que o cantor Manoel Gomes, autor de Caneta Azul, morreu após um infarto é falsa. A história surgiu como pano de fundo para um golpe e acabou sendo compartilhada por outros sites por aí.