Ascom/PRF

Mais de 250 metros cúbicos de madeira ilegal foram apreendidas em rodovias federais no Pará nos últimos cinco dias. O balanço da ação da Polícia Rodoviária Federal (PRF) foi divulgado nesta quarta-feira (30). O estado chegou a um volume total de 5.134,19 metros cúbicos apreendidos em 2019, a maior quantidade de de maneira apreendida no país este ano, seguido do Mato Grosso com 4.614.17 m³ e do Piauí com 1.401,61 m³.

Os mais recentes flagrantes, entre os dias 25 e 29 de outubro, ocorreram nos municípios de Capanema, Santa Maria, Marabá e Altamira. Na noite de sexta-feira (25) e na madrugada de sábado (26) foi deflagrada mais uma fase da operação “Baquara” que dessa vez ocorreu na região nordeste do estado. Como resultado foram apreendidos três caminhões em Capanema e quatro em Santa Maria do Pará, totalizando 171,4 m³ de madeira ilegal apreendida. A madeira transportada nesses caminhões era ilegal pois ocorria ou sem a presença do documento de origem florestal ou com o volume real de madeira maior do que o volume declarado em nota fiscal.

No domingo (27) em Marabá, um caminhão com documentação de origem florestal falsa foi apreendido com 28 m³ de madeira ilegal e, por sua vez, em Altamira/PA, na terça-feira (29), a PRF apreendeu mais 2 caminhões que transportavam um total de 53,72 m³ de madeira legal. Nos dois flagrantes o volume de madeira declarado era diferente do volume transportado, tornando a guia florestal inválida e consequentemente caracterizando a carga como madeira ilegal.